Somos alunos do Currículo Alternativo do 6º -1ª da Escola Básica 2º e 3º Ciclos de Bocage em Setúbal.

.posts recentes

. Bom ano e bom trabalho pa...

. Olaa

. Uma pergunta!!!

. Começar de Novo!

. Ameii ax minhx notax...

. Notas

. Adoro.vox....

. Boas Férias...

. fim do ano...

. Adeus e boas férias

. o novo cd dos tokiohotel ...

. Oi amigos

. ...

. Olá amigos

. a despedida

. ...

. um ultimo adeus

. O Noddy!

. A peça "O Noddy"

. Cradle of filth

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

Cradle of filth

The Byronic man

Tão só quanto um poeta nos muros de Jerichó
ou a lua sem o conforto das estrelas
Eu detesto saber que um homem sem uma alma
não é nada além de um frasco derramado

Eu provei isso, melhorei isso
Escrevi um soneto, através disso
e nesse estado de alegria
o mal beijou com lábios molhados
documentou com as pontas dos dedos
que me desenhou, através de mim
Iluminati geralmente ficam furiosos
mas com palavras de alguém que vale a pena
machucar
eu joguei um partido que extendeu a lista de
Deus

Excitando novas chamas e minha fama clama
por mim
recitando o almanaque dos travestis

Eles me chamam de mau
Caliban louco com maneiras muito perigosas
para serem conhecidas
Uma moda passageira
Ensinada em toda a devassidão
em excesso e num canto

Crescida selvagem, essa criança
Harens inteiros derrotados
Fautinas e Minas
Damas libertinas e suas irmãs entre elas

O que se espalha com as mentiras nascidas
quando amantes morrem?
Qual círculo do inferno será meu quando eu
chegar?

Eles me chamam de mau
Caliban louco com maneiras muito perigosas
para serem conhecidas
Uma moda passageira
Ensinada em toda a devassidão
Uma fileira contra a neve virgem

Crescido mais frio, meu ombro
Como um pedregulho ao lado dela
e mais ousado, não mais sábio
Minha semente escura examinou a raiz dentro
dela
Isso desfeito, onde mais velho
Os fundamentos prenderiam um sinal
apaixonado
Mas láudano e soda
Senhor Entorpecido
Mereceu uma floresta do despeito herdado

Fugindo com desgosto para mapas estrangeiros
Eu ainda interpreto um vampiro aristocrata
Descarregando meu injetor em quentes,
promiscuos regaços

Então atirando em cisnes numa gondola
Eu tropecei meu pé numa estrela caída
E não há nada como um bocado de piche
venesiano
Para deixar você saber apenas quem você é

O patrono santo da mágoa
Você não consegue ver que meu mundo está
desabando?
O mundo está desabando
O patrono santo da mágoa
Não consegue ver que o mundo está
desabando?
O mundo está desabando

Para sempre, eles conseguem ouvir minha
risada?
(O patrono santo da mágoa)
Nunca a arte fez uma cama melhor que a do
disastre
(O patrono santo da mágoa)

Eles me chamam de mau
Caliban louco com maneiras muito perigosas
para serem conhecidas
Uma moda passageira
Ensinada em toda a devassidão
em excesso e num canto

Eles me chamam de mau
Caliban louco com maneiras muito perigosas
para serem conhecidas
Uma moda passageira
Depois que eu lhes disse para irem f**** suas
mães e coisa assim...
Em minha sepultura

 

Filipe

 

publicado por eb23bocage às 08:48
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.favorito

. bOm fim de semana

.links

.participar

. participe neste blog

.subscrever feeds